quarta-feira, 25 de agosto de 2010

dια 25 ▫ Estilo não é Vestimenta

 Hoje voltando da escola eu vi um amigo da minha mãe parado em uma loja, e o cumprimentei e continuei andando e, nem uma quadra depois ele passou ao meu lado de bicicleta, e falou algo do tipo: "Xablugi", e sem entender porra nenhuma, respondi com um sorriso e resmunguei: "Opa!", mas fiquei encafufado tentando decifrar o que ele tinha dito, e percebi que era: "Ta com frio, véio?".
 Eu não entendo! Só porque estava de camisa, aquela nova xadrez de flanela, que nem era um casaco, o cara veio falar isso. Como disse o Leonardo: eu, ele e o Wesley somos os estranhos da escola, que andam com tudo coberto; seja por uma jaqueta de frio ou uma touca na cabeça, e tudo sempre na cor preta – pelo menos na maioria das vezes pra mim, e pro Leonardo.
 Mas mesmo estando de touca, camisa ou casaco em um dia calorento – pois ao chegar em casa e tirar a touca o suor escorreu pela minha testa –, não é um motivo para se contestar.
 As pessoas de hoje em dia, ou de sempre, que seja: "as pessoas", estão acostumadas com o mundo de uma maneira bacaba e imbecil, e gostam de manter certos padrões que deveriam ser cumpridos de forma exata como se fosse uma regra. E se eu quiser entrar de calças na piscina? Ou sair com a minha tanga de oncinha em um dia que estiver nevando? – isso é, se nevasse aqui, pois como disse uma vez: os nossos presidentes não se preocuparam em comprar neve para o nosso país.

Frio: Touca ou gorro, casaco, cachecol e calça (calçaS dependendo da gravidade deste frio).
Calor: Bermuda, regata e bonézinho pra tapar o sol.
NÃO! Chega desses padrões de merda! Como diria minha melhor amiga: Foda-se o sistema!

 Em uma daquelas vezes em que fui com o Rodrigo dar umas voltas a noite no Centro de Mongaguá, andando na ponte da avenida da praia um funkeiro (só podia ser funkeiro) tirou um sarrinho do Rodrigo, que estava com meu WayFarer: “Nossa, ta um calor hoje!”. E o mais ridículo foi que a gente ouviu isso mais umas três vezes.
 Então quer dizer que agora só se pode usar óculos de manhã e em dias em que os raios ultra-violetas estão fodendo com teus olhos? Ha... vai pra puta que pariu!


Ficar reclamando aqui não vai adiantar em nada, porque em séculos os costumes e as atitudes das pessoas não mudaram, e acredito que nunca iram mudar.
Agora, vocês poderiam pensar mais racionalmente, com atenção, antes de ficar falando merda por aí.
-
Como diria Raulzito: “Se eu quero, e você quer, tomar banho, de chapeu, ou esperar, Papai Noel, ou discutir, Carlos Gardel então vá! Faça o que tu queres pois é tudo da lei. Da lei! - Viva! Viva! Viva a sociedade alternativa!”

E só mais uma coisa: Não use calças coloridas – pelo menos se você for homem.