quarta-feira, 25 de agosto de 2010

dια 25 ▫ Sem Créditos

Hoje aconteceu uma coisa muito estranha.

Ta, ta, eu sei que sempre que eu falo nos posts sobre coisas estranhas, nunca digo nada realmente estranho de fato, mas hoje aconteceu mesmo.

 Mais cedo recebi um SMS de uma amiga minha, perguntando se eu queria ir pro Hopi Hari [?]. Infelizmente eu não podia responder, pois meu celular já ta sem credito faz uns... Pra falar verdade, eu nem sei se ele já teve credito algum dia.
 Agora pouco, estava na cozinha preparando um Nescau e enquanto mexia a colher no copo, fiquei pensando... "nela"; uma garota, sabe... ou A garota. Enfim. Pensei em telefonar pra ela, porque tô sem internet em casa no momento, e a lanhouse fica longe daqui (a lanhouse barata) e, mesmo assim não adiantaria, pois estou sem dinheiro; ligar então, muito menos, pois como disse, estou sem créditos, e além do meu telefone não fazer interurbano (maldita paixão virtual! e ainda por cima platônica), a minha mãe o tranca no quarto dela – daí o motivo de estar sem internet temporariamente, até fim de semana (pois é, vida de viciado é jogo duro).

Bla bla bla e mais bla bla bla e o que foi que aconteceu de estranho?
Bem, no EXATO momento em que eu estava pensando na idéia de telefonar para essa pessoa, o telefone toca aqui em casa.
E o que é mais sinistro ainda, foi eu ter ido pro meu quarto com o copo de achocolatado na mão pra terminar uma capa de DVD aqui no computador, o telefone parar de tocar e eu receber outro SMS, no mesmo instante em que sento a bunda na cadeira.
O que estava escrito na mensagem?

E pra quem não acredita, aí vai outra foto, com a data do envio e a hora:

Mas não adianta muito postar essa segunda foto, porque eu poderia estar inventando de qualquer jeito, mas se você é leitor deste humilde blog e me conhece, sabe que eu não minto.

Acho que vou usar destes poderes sobrenaturais que eu tenho – e eu nem duvido mais que tenha mesmo – para ver se andando pela rua eu não tropeço em uma máquina digital ou um celular com câmera integrada – ou talvez ganhar num sorteio, pois assim ninguém sai no preju – porque ficar duas horas tentando tirar foto por essa merda de webcam não róla.


Obs:
Quando estava relendo e passando o texto a limpo, o telefone tocou mais uma vez.
Aí fica a duvida: quem será que está ligando?