sexta-feira, 30 de maio de 2008

dια 30 ▫ Amiguinhas carnivoras

Hoje o dia começou com um problema, aquele problema que todo homem um dia já teve, acordar em ponto de bala , porra eu tava com uma calça apertada, aquela dor insuportável, fui no banheiro, fiz de tudo mas o baguio não abaixava , nessas horas você nem sabe o que fazer, e pra passar em frente da sua mãe sem que ela perceba? Hora depois “ele” já tinha voltado a dormir , e eu fui trabalhar, lá na loja compraram uma câmera fotográfica nova, Cânon, não sei o modelo só sei que é muito foda, depois de vários testes, me colocando pra correr, pra testar como fica a foto em movimento...
Fui à escola, no caminho tava todo feliz que meu cabelo tava bunito e talz , nem fui com boné, quando to chegando, cai mó chuva, meu cabelo fico todo lambido, cheguei lá com aquela franja na cara; até imagino o que pensaram de mim . Pra minha sorte eu levei um boné. A professora de história tava passando qualquer coisa lá da Rússia. Caralho, nós moramos no Brasil, velho, a merda da história do Brasil já não me agrada, muito menos a de paises alheios, um exemplo é o Jornal nacional, se o bagulho é “nacional” por que passa coisas de outros paises? Então chamasse “Jornal Internacional”, só não vou falar nada por que eu assisto... Depois de olhar pra cara chata do professor de matemática, fomos para o recreio sauhasuh, intervalo, não demorou muito tempo pra minha amiga Vanessa me agarrar, andando abraçado pra lá e pra cá, imaginando o que passava na cabeça dos outros ao ver aquela cena... Chega a minha outra amiga, Thalita, minha suposta filha. Andando abraçado pra lá e pra cá [2], elas, carnívoras, não contentes em brigar por mim inteiro resolveram dividir, a Vanessa mordeu meu braço, a Thalita mordeu meu mamilo, caracas, queriam me comer literalmente, sorte que sobrou pelo menos o meu cérebro e minhas mãos para poder contar os fatos, não podendo esquecer do abraço coletivo com mais outras duas . Depois de várias mordidas, chupadas e apertões na bunda ... volto para maldita sala de aula; com o excesso de faltas nem sabia que ia ter prova naquele dia, chego lá, cópia feita, nem minha agilidade e reflexos me ajudaram a colar do Canarinho , o professor é um saco, me contentei a deixar sem resposta mesmo. Sem nada de interessante a fazer, a não ser bater com guarda-chuva na minha amiga Leilane... Toca o sinal; aula vaga pra noes .

Chegando na Loja, surrupiei do computador uma pasta nova, cheia de vídeos clipes, só bandas e músicas fodonas. Nickelback, Guns, Coldplay, Creed etc. fiquei mó felizão .

Anoite fui na casa do Leonardo pra assistir um filme tosco que eu aluguei – Com o Pé Na Estrada - , era muito sarro, o barato tinha ice berg até em região de calor.

Voltei pra postar isso, fiquei aqui na net, e fui durmi literalmente cedo, as 05:00.

quarta-feira, 28 de maio de 2008

dια 28 ▫ 3 em 1

Outra vez, vários dias sem vim aqui. Eu sei que morreram de saudades, mas aqui estou para acabar com ela.

Esses dias não rolou nada =D. Segunda não fui pra Mongaguá, terça eu fui trabalhar, em seguida fui a escola; nem teve nada por lá, fui da uma volta na "biblioteca" da escola, a tiazinha disse que só podia entrar se tivesse cadastro, me cadastrei lá, fiz login e entrei. Como eu nunca leio nada, peguei um livro – O Mundo Mágico de Harry Potter – Aproveitei pra sentar no sofazom que tem lá, até que é interessante. Nesse mesmo dia zoamos muito com a professora de Geografia, eu por exemplo, só cantei uma músiquinha “Vera Ledo, no, seu quadrado, Vera Ledo no seu quadrado” =). Na saída encontrei a Bia e a Alexia bolando aula, brincadeira, só estavam de aula vaga. Fiquei lá conversando com elas – raro isso acontecer – a Bia confessou que tem um patinete, não podia deixar de postar isso, se não fosse pelo fato de ela ainda andar nele...
Chegando na Tricolor (O Lugar que trabalho), tava tudo fechado, caracas fiquei ali com mó cara de bunda, eu tava sem um tustão no bolso, peguei dinheiro emprestado com o cabeleireiro, depois segui meu rumo pra Praia Grande. Na hora de pegar um dos ônibus – depois de uma espera de quase/ou uma hora – chega o motorista, o cara mandou as mulheres com bebes de colo entrar, tudo bem, depois ele mandou um loira gostosa pra caraio, entrar só porque ela estava com a mão enfaixada, eu não vou criticar, eu faria o mesmo.

Depois de esse dia longo sem tomar café da manhã, sem almoçar – É trancaram meu almoço na Tricolor – cheguei em casa e sem pensar duas vezes devorei tudo que vi em cima da mesa, não contente e cheio de fome, fui na casa do meu amigo Leonardo (o do tiro), lá ninguém me ofereceu nada pra comer, então saímos pra ir em alguma lan house; eu já tava dois dias sem entrar na internet, isso quase me matou. Depois de um longo percurso a lan tava lotada, com preguiça de sentar a bunda e esperar fomos embora, dar uma volta no Samambaia, conversamos da escola que eu estudava e que ele estuda; ao passar lá em frente da até um aperto no coração, que vontade de voltar pra lá, pras minhas raízes :P. Se eu não repetir de ano novamente, no 3º colegial eu rumo pra lá.

Hoje, faltei de novo, depois de ficar em casa coçando e coçando, fui assistir um filme – Pirates Of The Caribbean - At World’s End – Lembrei até das épocas que eu via esse filme todo dia, como sempre, eu só fui entender o filme depois de assistir pela 6ª vez; confesso que para a maioria é um filme complicado, requer bastante atenção. Cheguei a conclusão que a Elizabeth ficou 10 anos sem dar pra outro cara, ninguém sabe se o filho é do Jack ou do Will – Aposto no Jack, é a cara dele –, e a história das tartarugas marinhas todo mundo fica boiando.


Foi só isso, eu nunca sei como acabar isso aqui, acho que digitei demais por hoje então FUI.

domingo, 25 de maio de 2008

dια 25 ▫ Passado Assustador...

Oi povo xD, finalmente tá chegando segunda feira, não via a hora de sair de casa; com a falta de amigos e de dinheiro nem tenho muito pra onde ir . Putz, se eu falar parece até que eu to brincando, meu melhor amigo levo um tiro na barriga, e não vai poder sair por um bom tempo; o jeito mesmo é ficar em casa.

Hoje eu tava vendo uma fotos minhas, de alguns anos atrás. Caralho, como eu era gordo , eu me lembro até como eu era zuado na escola , eu era até revoltado, depois de tanto ser criticado, teve um dia que eu resolvi mudar, parei de tomar café, não comia mais merenda na escola (não como), e depois mole mole jantava. Deu no que deu, agora to mó magrelo , nem tanto, ainda tem uma barriguinha de chops, eu acho que devo começar um novo regime, ir pra academia sozinho é que eu não vou , bem que pudia ir com algum amigo, se meu melhor amigo não tivesse tomado um tiro na barriga.

Depois eu tava olhando pra minha enorme pança horrivelmente torta e peluda, tem uma coisa que me intriga. Eu tenho um buraco na barriga, não exatamente um buraco, por que se não estaria falando do meu umbigo, não não não não, é um treco meio esquisito. Será que eu fui pra guerra, perdi a memória, e tenho essas marcas de combate? Eu fui revirar meu passado em busca de provas . Procurei na estante um raio-x que eu havia feito quando tinha uns 7 anos, caracas daew eu me lembrei que eu tinha me raio-xizado, porque em um dia daqueles eu tinha engolido uma moeda de 10 centavos , minha intenção não era cagar dinheiro; ainda bem que sobrevivi para contar pra vocês.

Falando em sobreviver, com o tédio desse domingo, assistir Faustão é que não da!
Eu vim pro PC e fiquei conversando com meus amigos no fake, parecia até as épocas de anitgamente, em que meu fake era fodão , pegava quatro mulhé por dia . Bem que ele ta sendo bastante assediado, mas como ele ta ficando com alguém que gosta muito nem da bola pras oferecidas .

O papo lá tava baum, mas tive que sair, minha mãe já tava enchendo o saco pra eu desligar da internet.

Daew fui assistir alguma porcaria que presta, tava vendo aquela matéria dos índios que passou no Fantástico, putz, que bando de arrombado, esses índios são uns verme mesmo, só ficam usufruindo do nosso dinheiro e ainda se revoltam e fazem uma merda daquela, bando de filho da puta. Isso me lembra um dia que eu tava numa lanhouse em Mongaguá e veio um bando daqueles fedidinhos. Puta que pariu, foi um fedor danado, ninguém merece esses cuzeiros.

Acabou-se o Fantástico, voltei aqui só pra postar essa bagaça, espero que comentem e DIGA NÃO AO VEADO DO ÍNDIO prontofaleijáeranãotemmaisvolta.


00:13
PS.: Eu tinha acabado a postagem, mas não resisti, e vim dizer que a 5 minutos atrás minha mãe tropeçou no fio do telefone e saiu cambaleando, tudo bem que caiu a net, mas o que vale é rir da desgraça alheia.

sexta-feira, 23 de maio de 2008

dια 23 ▫ Shed A Tear Cause I'm Missing You

dια 30 ▫ Ai Ai, continuo na mesma rotina.
Por incrível que pareça eu sonhei denovo com a mesma pessoa . Dessa vez foi pra acabar comigo, sonhei que finalmente havíamos nos conhecido, depois eu a acompanhava até a escola e em seguida a beijava .
Parece até brincadeira; ontem quando falei com ela, uma das ultimas coisas que me disse ao se despedir foi "bons sonhos", seriam bons se estivéssemos juntos. Não consigo acreditar porque tudo acabou, penso nela a cada 25hrs do dia; tem vezes que queria poder voltar no tempo, só para deixar tudo como antes .

Fora o sonho que me deixou pra baixo o dia inteiro, hoje meu sobrinho estava aqui em casa, quando acordei fui lá fora pra brincar com ele, putz, eu vi todos os meus brinquedos, que eu guardo até hoje, tudo detonados, caracas. Eu guardei todos em sacos plásticos, grampeei e em seguida guardei em caixas de sapato, husauhashsuauhsa, quero ver ele pegar denovo haha . Depois usei do meu crescimento em excesso para trocar as lâmpadas da casa, pelo menos pra isso sou útil. Falando em crescimento, depois de anos e anos com um guarda roupa bagunçado, resolvi dar uma revisão xD, encontrei roupas ali que ganhei quando tinha uns 10 anos, e o melhor, todas ainda servem; como é bom imagreçer, poucos sabem que eu também já fui obeso
hehe agora me chamam de raquítico.


Com o tédio do feriado, fiquei metade do dia assistindo televisão. Depois vim arrumar umas coisas no computador, umas músicas para por em minha comunidade.
Aproveitando para fazer o merchandising:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=39088533
Como a maioria dos leitores dessa joça são telespectadores do 15 Minutos MTV, to aproveitando a ocasião né!

23:39
Quando eu penso que tudo tava nas ultimas, eu ainda fico pior. Minha mãe estava aqui mechendo no computador, eu fui lá fora pra tomar um vento, tentar esquecer o sofrimento; foi uma péssima idéia, eu não consigo parar de pensar em você. Eu já gostei de tantas garotas, já me decepcionei com várias, nunca derramei uma lágrima por qualquer uma delas, agora porque com você eu derramei várias? Não sei onde isso vai dar, estou cada vez pior.

Não vejo a hora de chegar segunda feira, dia de aula, só na escola, vendo os amigos, só assim eu esqueço dos problemas.

quinta-feira, 22 de maio de 2008

dια 22 ▫ Tédio

Ontem eu não entrei, por isso não postei nada , mas muitas coisas aconteceram ontem, vou citar as melhores:

  No horário de almoço, meu primo foi comer um prato enorme de comida; sei lá o quê ele foi fazer que derrubou no chão, kkkkkkk, caiu tudo virado pra baixo, e eu ri muito . Mais tarde eu fui assistir um filme na casa de um amigo: Cidade dos Homens, é legalzin e algumas cenas são bem engraçadas.

  Sobre hoje não tenho muito a declarar: Durmi pra caralhi. As vezes é bom sonhar, as vezes não. Eu sonhei com uma pessoa que eu gostava muito. Cara, isso é foda! Quando você pensa que conseguiu esquecer alguém, essa pessoa volta, parece até um fantasma; o pior é que eu não quero esquecer ela, mas é a vida ... Esses rolos de internet só deixam pra baixo. Eu acho que vou usar da minha popularidade na escola [?] e tentar arrumar alguma namorada por lá mesmo, que sabe eu goste dessa pessoa; já que a outra prefere assim, que eu esqueça ela...

  Vou mudar de assunto porque isso aqui ta muito meloso... Hoje eu formatei o computador de um cara, e o maluco nem me traz o CD de drivers! Também fiz a barba... Quando me disseram que fazer a barba é chato eu não acreditei, agora eu concordo. Hoje eu gastei mó nota com um creme pra barbear, até que tem um bom resultado . São as conseqüências... “Os meninos nunca deveriam dormir. Acordam um dia mais velhos e quando vemos, eles cresceram.”
  As vezes o tempo passa tão rápido que agente nem percebe. Eu lembro de minha infância e vejo em que eu me transformei. Antes eu era uma criança pura, sensível, feliz; não havia problemas pra me preocupar, era tudo tão fácil. É crescendo que notamos as diferenças. As vezes me olho no espelho e vejo que ali não estou eu, não é mais aquele Raul de antes. Uma vez minha irmã me disse, que a gente que forma a nossa própria personalidade; eu acho que eu não fiz muito bem a minha . Mas tentamos melhorar, eu tento ser uma boa pessoa.
  Quem me conhece pessoalmente sabe que eu sou bem tímido, quem me conhece só por aqui, tem uma visão totalmente diferente, acha que sou tudo que eu demonstro. Tem vezes que me sinto preso na internet; me divirto aqui, tenho amigos aqui, conheço pessoas por aqui e acabo amando por aqui. É uma coisa muito loca, a tecnologia que o próprio homem inventou, acabou lhe dominando.

Não tenho mais nada a relatar, só tenho uma mensagem aos meus amigos forgados:
Eu nunca fui em um show de Rock de alguma banda que gosto.
Quando tem show do Cpm22 aqui, perto da minha casa, ninguém avisa porra nenhuma!
Isso por que são amigos... FALSÕES!


© “Os meninos nunca deveriam dormir. Acordam um dia mais velhos e quando vemos, eles cresceram.”
Frase retirada do filme Finning Neverland/Em Busca Da Terra Do Nunca (2004)
Citada pelo ator Johnny Depp, ao interpretar o criador de Peter Pan: James Matthew Barrie.

terça-feira, 20 de maio de 2008

dια 20 ▫ Primeira Postagem

  Vamos lá, eis a primeira postagem! Teoricamente não é a primeira postagem, aliás, eu nem sei o que significa a palavra "teoricamente"; se tiver algum professor de gramática lendo isso aqui, por favor, desconsidere. É, como vocês viram, eu não postei durante esses três dias; ta foda eu vim aqui... Só vim demonstrar a minha revolta:

  Ontem a noite estava exportando um vídeo pra por no YouTube, e minha irmã ficou me apressando. Cara, já fiquei muito estressado; até aí não foi nada... Chegando em casa, eu vejo que minha mãe tranca o telefone no quarto dela. Resumindo: Como vou entrar na porra da internet? Não contente eu vi fotos minhas na estante dela... Quê que as fotos, que eu revelei com meu dinheiro estavam fazendo ali? Eu tirei aquela merda de lá e escondi no meu quarto. Peguei R$1,50, fui até a lan house e fiquei uma hora. Porra, com essa quantia eu comprava uns 10 pães e me alimentava durante dias! Depois, eu fui dormir – é, eu já estava em casa, dã! –... e bem no meio do meu sono, tendo aqueles sonhos bons com duas ninfas bem das gostosas, chega a minha mãe – gritando – perguntando das fotos que não estavam na estante dela, aff.

   Hoje pela manhã minha mãe me acorda aos berros, falando pra ir trabalhar. Que merda! O que ela tem haver com meu emprego? Só por que a empresa é do meu pai e da minha irmã? Odeio quando eles misturam isso! Eu quem me fodo na história, devia processar eles por trabalho infantil , eu ganho uma micharia mesmo. Não vejo a hora de arrumar um emprego em algo que eu goste, na área de informática, quem sabe, isso sim que eu gosto!
  Falar em informática, hoje me caguei de medo... Eu fui tentar arrumar o computador de uma amiga via messenger, ferrei com o som dela, o bagulho não iniciava e ela ia contar pro irmão dela que a culpa foi minha. Caralho, véi, eu quase me borrei aqui! O irmão dela tem 2,8 metros . Graças a Deus consegui consertar, não é à toa, ela é uma garota muito esperta; não só esperta, tem muitas qualidades , mas não vem ao caso...
   Que nem eu disse lá em cima, "ta foda eu vim aqui"; com uma mãe estressada que nem a minha, mole mole eu venho no fim de semana...

Uia, nem sabia que escrever é tão bom! Sei que existem vários erros acima, mas fazer o que, né, nem todo mundo é perfeito!

sábado, 17 de maio de 2008

dια 17 ▫ Meu diário

Bem, eu tenho esse blog aqui à toa, nunca postei merda nenhuma nele... Aí me vem a idéia: Porque não fazer um diário?!

Então a partir de hoje, irei postar aqui tudo que se passa na minha vida; as besteiras, as viadagens, as alegrias e as falsidades.
Um diário, um diário que não terá postagens diárias .
Espero que gostem!

Se eu morrer, alguém publica um livro com o que tiver aqui, será de grande utilidade! Se der dinheiro, coloque tudo na conta da minha mãe.

Vazei...