sexta-feira, 30 de maio de 2008

dια 30 ▫ Amiguinhas carnivoras

Hoje o dia começou com um problema, aquele problema que todo homem um dia já teve, acordar em ponto de bala , porra eu tava com uma calça apertada, aquela dor insuportável, fui no banheiro, fiz de tudo mas o baguio não abaixava , nessas horas você nem sabe o que fazer, e pra passar em frente da sua mãe sem que ela perceba? Hora depois “ele” já tinha voltado a dormir , e eu fui trabalhar, lá na loja compraram uma câmera fotográfica nova, Cânon, não sei o modelo só sei que é muito foda, depois de vários testes, me colocando pra correr, pra testar como fica a foto em movimento...
Fui à escola, no caminho tava todo feliz que meu cabelo tava bunito e talz , nem fui com boné, quando to chegando, cai mó chuva, meu cabelo fico todo lambido, cheguei lá com aquela franja na cara; até imagino o que pensaram de mim . Pra minha sorte eu levei um boné. A professora de história tava passando qualquer coisa lá da Rússia. Caralho, nós moramos no Brasil, velho, a merda da história do Brasil já não me agrada, muito menos a de paises alheios, um exemplo é o Jornal nacional, se o bagulho é “nacional” por que passa coisas de outros paises? Então chamasse “Jornal Internacional”, só não vou falar nada por que eu assisto... Depois de olhar pra cara chata do professor de matemática, fomos para o recreio sauhasuh, intervalo, não demorou muito tempo pra minha amiga Vanessa me agarrar, andando abraçado pra lá e pra cá, imaginando o que passava na cabeça dos outros ao ver aquela cena... Chega a minha outra amiga, Thalita, minha suposta filha. Andando abraçado pra lá e pra cá [2], elas, carnívoras, não contentes em brigar por mim inteiro resolveram dividir, a Vanessa mordeu meu braço, a Thalita mordeu meu mamilo, caracas, queriam me comer literalmente, sorte que sobrou pelo menos o meu cérebro e minhas mãos para poder contar os fatos, não podendo esquecer do abraço coletivo com mais outras duas . Depois de várias mordidas, chupadas e apertões na bunda ... volto para maldita sala de aula; com o excesso de faltas nem sabia que ia ter prova naquele dia, chego lá, cópia feita, nem minha agilidade e reflexos me ajudaram a colar do Canarinho , o professor é um saco, me contentei a deixar sem resposta mesmo. Sem nada de interessante a fazer, a não ser bater com guarda-chuva na minha amiga Leilane... Toca o sinal; aula vaga pra noes .

Chegando na Loja, surrupiei do computador uma pasta nova, cheia de vídeos clipes, só bandas e músicas fodonas. Nickelback, Guns, Coldplay, Creed etc. fiquei mó felizão .

Anoite fui na casa do Leonardo pra assistir um filme tosco que eu aluguei – Com o Pé Na Estrada - , era muito sarro, o barato tinha ice berg até em região de calor.

Voltei pra postar isso, fiquei aqui na net, e fui durmi literalmente cedo, as 05:00.