quinta-feira, 17 de junho de 2010

dια 17 ▫ Felix Felicis

Acho que alguém jogou Felix Felicius no meu Nescau hoje de manhã Acabei de ir ao Mercado – aquele que eu vivo reclamando da mortadela e fui direto pra sessão de pães e frios, e apenas nela, pois tava morrendo de fome. Fui me aproximando da fila e vi uma mulher bem da gostosinha na minha frente. Fiz um mega esforço pra não secar ela e nem olhar diretamente nos olhos, o que pode ter sido ruim, porque talvez ela tivesse me dado mole se eu estivesse jogando meu sensualseduction (ha, falô! 'kk). Até tive a impressão de ela ter me dado uma olhada, mas sei lá, eu não estava me sentido muito confortável, vestido com uma bermuda preta toda desbotada que comprei pro natal de 2005, uma camiseta azul claro toda apertada, pois foi me dada em 2000 (segundo minha mãe) e um casaco que não importa a data, e sim o "R" que um dia fiz com uma caneta retroprojetora permanente na casa da minha amiga Gabriella. Quando chegou minha vez, pedi 6 médias para a garota – sim, eu como bastante – e fiquei esperando em quanto passava o olho pela vitrine de pães-doces até chegar nas mortadelas. Levei um susto, e fiquei realmente muito espantando. A mortadela tava fatiadainha, vermelha como sangue! Eu não resisti, e quando a atendente veio com o saco de pão pra mim eu perguntei: “Quê marca de mortadela é essa?” e ela: “É Marba”. Eu agradeci e saí meio chocado indo em direção ao caixa, mas fiquei mais espantando ainda foi ao chegar lá. Aquela atendente velha chata e lerda que falei aqui outra vez não estava lá!, e ainda consegui pegar um caixa vazio entre dois, cujo o outro estava com umas 3 pessoas na fila. Saindo do mercado passei na casa do meu amigo Ricardo, e ficamos conversando sobre arrumar emprego e se alistar ao exercito: – Você vai servir? – perguntei. – Não. Só vou pegar a carteira de reservista, porque é bom pra arrumar emprego – respondeu. – E como você vai fazer? – Eu vou falar que meu pai é aposentado e que sou filho único. – Então eu vou falar que meu pai é aposentado, quê sou filho único, quê tenho pé chato e sou analfabeto – 'HUASUHSAUHSAHUSAHUSAHU :/ Mas essa conversa realmente produtiva não teve nada a ver com meu dia que está muito bom, e sim o que aconteceu antes disso: o Ricardo me perguntou se eu já queria pegar meus filmes que eu tinha emprestado pra ele: "X-Men Origins: Wolverine" e "Iron Man (Homem de Ferro)". Pra você isso não pode significar absolutamente nada, mas pra mim, que conheço esse cara há 17 anos, faz muito sentido, pois tudo que eu empresto pra ele, nunca volta! Acho que a única coisa que não me favoreceu muito foi a sacola em que a média veio, que era transparente; se bem que isso é frescura minha, mas em compensação, pela primeira vez, o pão tava perfeito! Tava gostoso e não tava com aquelas migalhas duras, apesar de estar soltando um monte delas. Que seja, eu sempre preciso de um motivo pra reclamar de tudo :D. Ainda tem gente que não acredita em sorte...