terça-feira, 10 de novembro de 2009

dια 10³ ▫ Poesia Trash

POESIA CONTEMPORÂNEA (Trash)

Só por você eu iria até o fim do mundo em busca da imortalidade,
porque você me faz querer viver.
Só por você eu cruzaria um arco-íris procurando o tal pote de ouro
para que possamos viver como reis, minha rainha.

Somente à você eu confiaria a senha do meu Orkut 'kk.

Por você eu daria a minha vida sem pensar 'uma vez'.
Pra você daria o meu coração – literalmente falando.

Tatuaria seu nome na minha testa como prova de meu amor,
mas enquanto a maioridade não chega, me contento em dizer: EU TE AMO!

© Raul Izar

Criado: 10/11/2009 01h19m - Finalizado: 10/11/2009 14h23m