sábado, 21 de maio de 2011

dia 21 ▪ Pós 18 - parte 1 (Introdução)

Como um amigo meu disse uma vez, essa coisa de iniciar o post falando sobre o tempo que estava sem postar no blog e blábláblá é um tanto clichê, mas não vejo outra maneira pra começar senão essa. Mas há de considerar que não sou bem um blogueiro, ou um escritor, ou até mesmo uma pessoa comum. Pra falar a verdade, nem sei por que estou fazendo isso.
Não me sinto em um dever, obrigação, ou qualquer coisa do tipo para com vocês, afinal, escrevo para mim mesmo. E acho que ESTE é o gancho inicial!... a minha inspiração barra vontade, motivo barra causa. Enfim...
Se existe algo que sempre me prejudicou desde o inicio da minha vida, é essa maldita preguiça que tenho. Essa falta de vontade, esse carma, que me impede de separar apenas alguns minutos – ou horas – do meu tempo inútil para escrever. Curioso, pois é algo que inexplicavelmente muito aprecio. Mas hoje estou aqui, tentando ser alguém melhor; para ninguém mais além de mim mesmo, afinal, não preciso fazer tipo.

Quando criança não gostava de escrever; ou apenas não sabia do poder que esse simples ato tem sobre a alma do ser humano; porém, de uns tempos pra cá isso se tornou parte de mim, tomando conta do meu eu e moldando quem agora sou.
Mesmo sem estar passando aqui, continuo escrevendo; não textos, e sim frases curtas; o que não muda em absolutamente nada o fato de serem pequenos fragmentos de mim mesmo dissertados em palavras. Mas convenhamos... um texto longo realmente deixa saudades!

Meus dedos andam enferrujados, e fazer isso vai ser um pouco mais difícil do que já era com a certa experiência que tinha, mas vamos lá ao que realmente – não – interessa...
http://raulizar.blogspot.com/2011/05/21b.html