quarta-feira, 29 de agosto de 2012

dια 29 ▫ Revertigo

Quando sentimentos que penso ter aniquilado reaparecem
Fico me perguntando se tenho certeza de quem eu sou;
Se sou de fato dono de mim mesmo.

Tudo se guardou tão bem, no tempo...
Me fazendo acreditar que o amor tinha acabado.

Talvez tenha. Quero acreditar que sim.
Mas preciso de uma explicação, apenas;
Uma explicação para saber porquê sinto coisas similares;
Sentimentos, que explodem dentro de mim,
Como uma bomba relógio,
Forte o bastante para destruir a blindada camada protetora
que se formou aqui em volta.

Sabe... eu só quero cuidar de você.